Vereadores debatem projeto de terminal de gás na Baia da Babitonga

Imprimir
Criado em Quarta, 19 Setembro 2018

 

 

Na tarde desta Terça-feira, 18, Os vereadores, José Antônio Stoklosa (PSD), Thomaz William Palma Sohn (PSD), Jeferson Rubens Garcia (MDB) e a Vereadora, Janayna Gomes Silvino (PR), estiveram presente na reunião com responsáveis pelo terminal de gás “TGS”, na sede da Câmara Municipal de Itapoá, para tratar sobre projeto e funcionamento do Terminal.

Em reunião foi apresentado como será feito sua construção, batizada de Terminal Gás Sul (TGS), a construção do terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) terá capacidade para regaseificar aproximadamente 15 milhões de m³/dia, que deverá ser instalada na baía da Babitonga, na região do Sumidouro, a 300 metros da costa, e não envolverá qualquer construção em terra. 

O processo de licenciamento está sendo analisado pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), para que a FSRU possa ser ancorada na localidade e conectada a um gasoduto que levará o combustível até o ponto de conexão com o GASBOL, a cerca de 35 km do local. O gasoduto deverá utilizar a mesma faixa de servidão do atual oleoduto OSPAR, não exigindo novas áreas de supressão vegetal ou desapropriação.

Empregos diretos e indiretos

 O empreendimento vai gerar 22 empregos diretos para a operação da embarcação (FSRU), além de gerar renda para mais de 400 pessoas, no atendimento dos serviços indiretos de operação e manutenção do terminal. Além disso, a previsão é que o TGS ajude a movimentar a cadeia produtiva da indústria do gás natural em todo o estado, que hoje emprega milhares de pessoas.

Como funciona

A transferência do GNL do navio-metaneiro para a FSRU acontece por meio de uma operação intrinsicamente segura, na chamada configuração ship-to-ship (de navio para navio). A tecnologia e configuração de operação atendem todas as normas internacionais e da Diretoria de Portos e Costas (DPC), da Marinha Brasileira.

Assim que recebido no TGS, o GNL será armazenado e, conforme a demanda por combustível, regaseificado. Após restaurado ao seu estado original, o gás natural será transportado por um gasoduto submarino a ser instalado na Baía Babitonga. Esse gasoduto vai aflorar no Pontal, em nosso município, e seguirá por terra até Garuva, num trecho de 31 km, onde irá se conectar ao gasoduto Bolívia-Brasil (GASBOL).

Foto e texto: Assessoria de Imprensa Câmara de Itapoá

 

© 2018 Francisco Soares - Câmara Municipal de Itapoá. Endereço: Rua Mariana Michels Borges, nº 1115, Itapema do Norte - Itapoá SC - Cep: 89249-000. Fone/Fax: (47)3443-6146